Sinopse

1546 Após Apocalipse

A Terra e o Estado Mundial vêem-se a braços com batalhas constantes contra os movimentos anarquistas.

Com a ajuda dos Tuarianos e em prol de um ideal de paz, um oficial terrestre sacrificou o seu corpo e, através da biotecnologia extraterrestre, melhorou os seus desempenhos físicos e intelectuais.

Tornou-se Tuong.

As suas capacidades e a tecnologia extraterrestre mudaram o pendor da guerra a favor do Estado Mundial e da aliança com Tuar.


Mas as ambições de Tuar para com a Terra ultrapassam em muito a ajuda oferecida e, quando Tuong o descobre, não pode deixar de se insurgir.

Numa aventura em que se vai sentindo cada vez mais humano e cada vez menos Tuong, ele lidera a sua equipa por eventos repletos de acção, surpresas, perseguições e vinganças pessoais.

Usando as melhores armas que tem - a inteligência e a astúcia - tenta desesperadamente fazer vingar a sua revolta.

Porque trair a aliança é um assunto mortal, para ele e para a Humanidade.



Armando Frazão escreve principalmente fantasia e tem vários livros publicados nesse género.

"A Revolta de Tuong" foi originalmente escrito em 2013 mas, por diversos motivos, acabou por não ser publicado e ficou na gaveta.
Agora, depois de extensas alterações e revisões, é finalmente publicado e é a estreia do autor na ficção científica pura e dura.